UNTA – CONFEDERAÇÃO SINDICAL
V REUNIÃO DO CONSELHO CONFEDERAL

DECLARAÇÃO SOBRE OS EFEITOS DA CRISE ECONÓMICA EM ANGOLA



O Conselho Confederal reunido na sua 5ª sessão ordinária, nos dias 2 e 3 de Abril de 2015, debruçou-se sobre a situação económica e financeira do País e seus efeitos sobre os trabalhadores.

O Conselho Confederal constatou que os efeitos das medidas económicas do Governo têm reflexos negativos não só na economia nacional mas também sobre o movimento sindical angolano.

Estando afectado o mercado do trabalho, o despedimento massivo de trabalhadores pode agravar drasticamente a estabilidade das famílias e empobrece-las cada vez mais.

O Conselho Confederal perante esse quadro, insta o Governo de Angola à gizar medidas políticas e económicas de protecção dos empregos, dos salários e do poder de compra dos trabalhadores para que a paz social reinante nas empresas e nas famílias seja salvaguardada.

A criação de um Fundo de desemprego para os trabalhadores despedidos no quadro da actual crise é uma medida que se recomenda.

O Conselho Confederal solidariza-se com todos os trabalhadores em dificuldades de manutenção dos seus postos de trabalho e exorta aos Sindicatos e as Comissões Sindicais ao diálogo social permanente com as entidades empregadoras de modos a que da celebração dos acordos colectivos de trabalho se possam atenuar os despedimentos, assim como a massificação da sindicalização.O Conselho Confederal solidariza-se com todos os trabalhadores em dificuldades de manutenção dos seus postos de trabalho e exorta aos Sindicatos e as Comissões Sindicais ao diálogo social permanente com as entidades empregadoras de modos a que da celebração dos acordos colectivos de trabalho se possam atenuar os despedimentos, assim como a massificação da sindicalização.

Luanda, 03 de Abril de 2015

O CONSELHO CONFEDERAL,




DECLARACAO CRISE ECONOMICA DOWNLOAD DO FICHEIRO- DECLARAÇÃO SOBRE OS EFEITOS DA CRISE ECONÓMICA EM ANGOLA.




União Geral dos Trabalhadores de Angola