HUÍLA: MAPTSS DETECTA MAIS DE MIL E 700 INFRACÇÕES LABORAIS EM NOVE MESES !!



02 Outubro de 2014

Lubango - A direcção provincial da Huíla da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social (MAPTSS) detectou, nos nove meses do corrente ano, mil e 726 infracções laborais, menos 32 em relação a igual período de 2013.

A informação foi avançada hoje, quinta-feira, à imprensa, no Lubango, pelo chefe do departamento provincial de inspecção-geral do trabalho do MAPTSS na Huíla, Venâncio Gualtério Joaquim, quando procedia ao balanço das actividades desenvolvidas no período em referência.

Segundo o responsável, entre as infracções destaque para casos de não-inscrição de trabalhadores no sistema de Segurança Social (SS), ausência de seguro contra acidentes de trabalho e doenças profissionais, assim como de empregados estrangeiros sem os devidos contratos.Segundo o responsável, entre as infracções destaque para casos de não-inscrição de trabalhadores no sistema de Segurança Social (SS), ausência de seguro contra acidentes de trabalho e doenças profissionais, assim como de empregados estrangeiros sem os devidos contratos.Segundo o responsável, entre as infracções destaque para casos de não-inscrição de trabalhadores no sistema de Segurança Social (SS), ausência de seguro contra acidentes de trabalho e doenças profissionais, assim como de empregados estrangeiros sem os devidos contratos.

As irregularidades notificadas estão também ligadas a incumprimentos de procedimentos de emprego de trabalhadores nacionais e a falta de registo nominal de trabalhadores.

A instituição recebeu ainda, neste período, pedidos de intervenção em conflitos de trabalho, todos resolvidos ao nível da inspecção geral do trabalho, alguns terminados em indemnizações à trabalhadores, valores não revelados.

Das visitas de inspecção, à empresas instaladas na província da Huíla, resultaram autos de notícia por contravenção à legislação laboral, cujos processos seguem tramitação. Venâncio Gualtério Joaquim referiu que no período de Janeiro a Novembro de 2013 o MAPTSS detectou um total de mil e 758 infracções laborais.

Dados da direcção provincial da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social na Huíla indicam o controlo de mais de 40 mil trabalhadores, empregados em distintas empresas públicas e privadas entre, nacionais e estrangeiras.Dados da direcção provincial da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social na Huíla indicam o controlo de mais de 40 mil trabalhadores, empregados em distintas empresas públicas e privadas entre, nacionais e estrangeiras.

Fonte: Angop

União Geral dos Trabalhadores de Angola