UNTA DIZ QUE ANGOLANOS PERDERAM 75 POR CENTO DO SEU PODER DE COMPRA



USH             

 

Trabalhadores no Huambo ainda não receberam os salários de Dezembro, de acordo com o sindicato.



Os trabalhadores angolanos perderam o poder de compra em cerca de 75 por cento e a vida está cada vez mais difícil, revela Adriano dos Santos, responsável da UNTA-Confederação Sindical, na província do Huambo.

Para aquele sindicalista, “a vida económica e social continua a degradar-se porque a actual crise trouxe a inflação galopante que está na ordem de 75 por cento, ou seja os trabalhadores perderam no seu salário 75 por cento”.

Santos revela que há professores e médicos que têm que viajar para trabalhar fora da cidade.

Santos denunciou ainda que, até ao momento, “não foram pagos os salários do mês de Janeiro e com a subida dos preços dos produtos os trabalhadores sentem maiores dificuldades”.

A UNTA-Confederação Sindical, na província do Huambo, realizou ontem uma assembleia com a participação de cerca de 300 sindicalistas de base que agora deverão submeter as suas preocupações e sugestões à direcção daquela organização sindical.




União Geral dos Trabalhadores de Angola